quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Carta para meu marido


Mal amanhece o dia e sou acordada por um sorriso largo e uma bandeja de café. Não aquelas cestas enormes e enfeitadas que se vendem por aí, mas sim por uma bandeja simples, com um queijo quente e ovomaltine, ainda mais delicioso, adocicado pelo tempero do amor.


Após sua partida, volto a me deitar, aproveitando os últimos minutos que restam antes do início de mais outra quinta-feira. Mas dessa vez é diferente. Não se trata de um dia qualquer, de uma quinta qualquer, mas sim do dia no qual comemoramos nosso décimo aniversário de casamento.

Emocionada e melancólica, abraço meu enorme travesseiro e um filme dessa última década começa a passar pela minha cabeça, assim, de forma incontrolável. E eu me lembro de tudo. Do primeiro beijo roubado, na praia do Recreio. Da noite do reencontro do Dado Bier, que eu desejei intensamente que não acabasse jamais Do pedido de namoro, em meio aos fogos de artifício que iluminavam o céu do novo ano. Das intermináveis e tão esperadas idas e vindas à rodoviária. Do tempo que eu passava te esperando sentada na mala, e você sempre atrasado. Das poesias de Vinícius de Morais. Dos nossos encontros on line na madrugada. Do barulhinho delicioso do ICQ quando uma nova mensagem sua chegava.. Do abraço apertado a cada encontro e da lágrima contida em todas as despedidas. Das cartas, e mails, cartões virtuais, e tudo mais que guardo até hoje com todo carinho do mundo. Da descoberta da minha precoce gravidez. De você assustado, acariciando minha barriga. Do planejamento de nosso futuro, em um pedaço de rascunho com uma caneta marca texto azul. Da briga na véspera do grande dia. Da emoção ao te ver no altar, de olhos rasos, me esperando. Do beijo na testa que você me deu ao me receber. Da nona sinfonia de Beethoven. De você me ensinando a cortar a unha da nossa filha. Da nossa primeira casinha, tão pequena e gelada, com aquela parede vermelha que pintamos terrivelmente, onde fomos tão felizes. Dos primeiros passinhos da Lua, com aquela roupa listrada. Da descoberta da gravidez do Pepê. De você me abraçando e sentindo junto comigo todas as dores do seu nascimento. Da minha emoção ao constatar, logo que ele veio aos meus braços, a incrível semelhança entre vocês dois. Da nossa primeira viagem a sós, para Buenos Aires, sem saber que tantas outras viriam pela frente. Dos infinitos abraços de consolo nos momentos de dor, tão acolhedores. Do seu olhar orgulhoso ao comemorarmos juntos as nossas tantas conquistas. Do nosso pulo de pára-quedas, colocando em prática a veia radical do nosso relacionamento. Daquele fim de tarde na praia da Barra com as crianças, um dos muitos momentos nos quais nos damos conta de como a felicidade pode ser encontrada nas coisas mais simples. Do jantar inesquecível do meu aniversário, em Montreal, ao som de “Girl from Ipanema”. Das horas em que calados, olhamos um para o outro e constatamos como somos abençoados pelos nossos filhos. Dos filmes que assistimos abraçados, embora eu tenha dormido na imensa maioria deles. Do pôr-do-sol incrível que juntos presenciamos na ponte do Brooklyn Das corridas nas quais participamos, e você tendo como o principal objetivo chegar antes de mim. Do nosso plano, nunca concretizado, de fazermos nosso curso de mergulho. Das flores que você me deu, como esse arranjo lindo que hoje coloriu a minha manhã.

E sabe de uma coisa, ao repassar em um rápido flass back uma pequena parte do filme desses dez anos, fui invadida por um sentimento reconfortante de satisfação e agradecimento. Me levantei da cama para essa quinta-feira especial sentindo uma felicidade cortante atravessandoo meu coração. Felicidade por ter recebido da vida o presente mais precioso e raro que alguém pode desejar : o amor de verdade!!!!

Feliz aniversário!!!!

6 comentários:

Nana disse...

Simples e bonito. Quase chorei. :)

Albuq disse...

Oi Carol, saudades de você, como estás?

Linda carta viu! bjs

Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

Parabéns por esse amor tão legal e a homenaagem foi linda!
beijocas,
Mari.

Eu, Damaris, para mim... disse...

Q lindo!!!
Q Deus abençoe ainda mais este amor, que vcs possam ser protegidos por Ele!
É a primeira vez q visito seu blog,e adorei o texto que li...
Voltarei mais vezes para ler mais!
Feliz niver de casamento...

Carlos Medeiros disse...

Muito bonita essa carta, muito boas as lembranças.

Internauta Véia disse...

Que bonito, Carol...Primeira vez que entro no seu espaço, gostei do seu jeito de escrever, e a carta para o Ricardo, me emocionou...!Muitas felicidades para vcs., junto à Luana e ao Pedrinho, que estão lindos!
Um beijinho da
Tia Marisa.