quinta-feira, 29 de abril de 2010

Balzaquianices

Aos vinte eu achava que já sabia de tudo.
      Aos trinta eu estou tentando me conhecer.
Aos vinte eu tomava vodka com guaraná.
      Aos trinta não dispenso um bom vinho francês.
Aos vinte eu escutava pagode e adorava o Alexandre Pires.
      Aos trinta Chico Buarque me leva às lágrimas.
Aos vinte meu sonho de liberdade era pegar carona na estrada e viajar por aí.
      Aos trinta eu quero mesmo é saber voar.
Aos vinte eu me preocupava demais com o que pensavam de mim.
      Aos trinta eu me contento que me respeitem.
Aos vinte eu dormia às 4 e acordava às 14.
      Aos trinta eu adoro a luz do sol.
Aos vinte eu acreditava em príncipes e cinderelas.
      Aos trinta eu prefiro Nelson Rodrigues.
Aos vinte meu sonho de consumo era uma bolsa da Victor Hugo.
      Aos trinta busco uma Goyard.
Aos vinte usava pankake para esconder minhas espinhas.
      Aos trinta um bom corretivo dá conta do recado.
Aos vinte eu lia Contigo, Caras e assistia novela.
      Aos trinta eu leio Clarice Lispector e vejo Woody Allen, Almodóvar e Benigni.
Aos vinte eu tentava sempre abraçar o mundo.
      Aos trinta me aconchego nos braços de quem amo.
Aos vinte eu achava que paixão era amor.
      Aos trinta eu sei que amor é querer estar junto.
Aos vinte eu não tinha a menor idéia do que queria da vida.
      Aos trinta eu sei exatamente o que não quero.
Aos vinte eu não pensava no amanhã.
      Aos trinta eu me perco nos meus próprios planos.
Aos vinte eu era movida a ilusões e sonhos.
       Aos trinta eu consigo realizá-los.
Aos vinte eu não enxergava nada além de mim.
       Aos trinta às vezes não consigo me encontrar.
Aos vinte eu chorava quando era contrariada.
      Aos trinta eu grito.
Aos vinte eu era insegura e me achava incapaz.
      Aos trinta não acredito em tudo que conquistei.
Aos vinte eu buscava um amor completo e verdadeiro.
      Aos trinta eu sou imensamente feliz ao lado dele.


É, acho que eu tenho mesmo muito o que comemorar!!

Um comentário:

Eu, Damaris, para mim... disse...

Aii, eu preciso bater palmas...
Vou fazer 26. Estou no meio do caminho, entre 20 e 30.
Misto de medo,coragem,vontade, mudanças e mais um pouco de medo...